Estudo aponta que para atingir 40 mil sócios Atlético deve ‘flexibilizar’ planos

Estudo aponta que para atingir 40 mil sócios Atlético deve ‘flexibilizar’ planos

De acordo com pesquisa, Furacão tem hoje 1% de seus torcedores associados, acima da média nacional. Para chegar aos 40 mil, seria preciso atingir 1,6%

 
  • Daniel Malucelli Especial para a Gazeta do Povo

Para o Atlético atingir os 40 mil sócios cobrados pelo presidente do Conselho Deliberativo, Mario Celso Petraglia, o Furacão teria de alcançar o segundo melhor desempenho do Brasil na relação entre o número de associados e o tamanho de sua torcida.

Essa é conclusão de um estudo realizado por Tomás Barreiros, especialista em gestão profissional do futebol. O primeiro colocado na relação é o Internacional, que tem 5,6 milhões de torcedores, segundo o último censo de 2015, e possui 136.980 sócios. Ou seja, 2,46% dos colorados são associados do clube do coração.

Já o Furacão tem aproximadamente 24 mil associados e 2,4 milhões de torcedores. A média atual é de 1% de sócios em relação ao número total da torcida. Para atingir os 40 mil desejados por Petraglia, o Atlético teria de ter 1,6% da nação rubro-negra pagando o plano Sócio Furacão, que oferece programas nos valores de R$ 40, R$ 100, R$ 150 e R$ 500.

“Não é uma tarefa simples assim o Atlético ter 40 mil sócios. Para sabermos realmente se é possível o clube chegar nesse número, a melhor maneira é comparar o plano atleticano com o de outros clubes”, explica Barreiros.

A pesquisa calculou a média geral de sócios em relação ao número total de torcedores de 12 equipes: Atlético-MG, Botafogo, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco. O resultado final constata que apenas 0,85% dos torcedores são associados ao time que torcem, o que coloca o Atlético acima da média.

O estudo também compara o plano Sócio Furacão com os programas dos três clubes que têm o maior número de sócios: Internacional, Corinthians e Palmeiras. A principal diferença são preços mais baratos que o trio oferece em relação ao Furacão.

“Falta ao Atlético planos mais flexíveis com valores mais baixos. Inter, Corinthians e Palmeiras têm programas de até R$ 12,99. Oferecem menos vantagens, mas é uma forma de abranger a um número maior de torcedores que só querem se sentir sócios do clube”, afirma Barreiros.
[Legenda e crédito da foto: Furacão detém atualmente cerca de 24 mil associados. Arena da Baixada possui capacidade para 42 mil pessoas. Marcelo Andrade/Gazeta do Povo]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *